QUEDA NOS HOMICÍDIOS
   Flávio  Saraiva  │     20 de março de 2015   │     11:21  │  2

QUEDA NOS HOMICÍDIOSO Rio de Janeiro registrou neste ano, o mês de fevereiro com a maior queda no número de homicídios, quando comparados os registros da série histórica iniciada em 1991. A redução é de 55,74%; em números absolutos foram 732 mortes em fevereiro de 1991 e 324 mortes no mesmo mês de 2015.

A diferença nos números absolutos já é uma grandeza, que se amplia quando consideradas outras circunstâncias, como o expressivo aumento populacional em 24 anos.

Alagoas, a exemplo do Rio de Janeiro, segue apresentando queda nos índices de homicídios; a redução em fevereiro, quando comparada ao mesmo mês do ano passado, é de 16%, significando menos 32 mortes em números absolutos no Estado. Em Maceió, a queda é maior e dobrada – 32,8%, menos 24 mortes.

A boa notícia do Rio de Janeiro foi ofuscada por intenso tiroteio no conjunto de favelas do Alemão, com  dois policiais militares feridos após ataques de traficantes da região, sugerindo ser reação orquestrada, tentando mostrar o poder do crime e que nada ali é tão ruim que não possa piorar.

O “caveirão”, veículo blindado do BOPE, cápsula de sobrevivência e símbolo da força policial especial, ficou no meio do caminho com os pneus estourados por tiros de fuzil. Estava ali para fazer o resgate de policiais lotados na Unidade de Polícia Pacificadora – UPP que, encurralados, recorriam à ultima instância.

Esperamos que a segurança pública alagoana esteja atenta a possíveis reações de criminosos descontentes com a baixa na produtividade; lembrando que quando não conseguem levar pânico às ruas incendiando ônibus, promovem rebeliões nas unidades do sistema penitenciário.

Tags:, , ,

>Link  

COMENTÁRIOS
2

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Paulo Manoel

    Os reflexos do entrosamento entre PM e PC, realçado pela queda dos índices, tem sido, acredito, uma das razões do êxito na redução da criminalidade, reforçado pelo empenho do atual Secretário e Cmts das polícias Civil e Militar, com ações de blitzes, reforço no policiamento ostensivo, operações de inquietação, serviço de inteligência ampliado e integrado, controle dos presídios e enfraquecimento do poderio do tráfico nas regiões controladas por eles, sem o estrelismo midiático de certas autoridades , sem o tal de Plano Brasil Mais Seguro, secretário que era Cel da PM, sem liderança e perdido nas ações, que só se preocupava com seus interesses particulares. Ou seja, embora precoce, parece que estamos no caminho certo!

    Reply
  2. Jose Carlos Fernandes Neto

    Parabéns Flavio, seu currículo e suas ideias mostram a grande capacidade intelectual. Exemplo a ser seguido.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *