O DISCURSO DO NOVO DESEMBARGADOR
   Flávio  Saraiva  │     22 de setembro de 2014   │     11:49  │  0

DOMINGOS NETOEm matéria na Gazeta de Alagoas de sábado 20/09, o repórter Felipe Farias reproduz partes do currículo e discurso de posse do novo Desembargador do Tribunal de Justiça de Alagoas Domingos de Araújo Lima Neto.

Destacam-se no currículo as experiências na condução da vara da execução penal, mutirão carcerário em Alagoas e Rondônia, fiscalização da propaganda eleitoral; no discurso, um chamamento, vejamos:

“Chegou a hora de o juiz ter cheiro de povo, para atender os mais necessitados, não raramente no meio da rua, literalmente”.

Da experiência no mutirão carcerário revelou preocupante impressão com inscrição na parede de presídio: “hoje estou contido; amanhã, estarei contigo”. Frase de muitos significados, bons e ruins, mas, no todo, um alerta ameaçador.

Ainda sobre o cárcere, avisou: “É preciso que o poder público tome o sistema carcerário das mãos do crime organizado”.

A respeito da importância da justiça, Domingos Neto buscou na antiguidade a indagação do soberano Alexandre Magno ao filósofo Aristóteles, sobre de que o rei precisaria mais: justiça ou coragem. O pensador respondeu com a sabedoria que o tornou imortal: “se ele tiver a justiça, não carecerá de coragem”.

Ouso acrescentar que, em havendo justiça, não precisaremos de mais nada, até porque todo ato de cidadania questionado termina com uma sentença.

Tags:, ,

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *