CAUSA E CONSEQUÊNCIA DA VIOLÊNCIA EM ALAGOAS
   Flávio  Saraiva  │     3 de julho de 2014   │     12:29  │  5

CAUSA E CONSEQUÊNCIA DA VIOLÊNCIA EM ALAGOASO Princípio  de Pareto estabelece que para muitos fenômenos 80% das consequências advêm de 20% das causas, demonstrado em alguns exemplos amplamente divulgados em estudos de gestão, a saber:

– Uma livraria não pode ter todos os títulos do mercado, portanto ela aplica a regra de Pareto e foca em 20% dos títulos que geram 80% da receita.

– A maioria dos acidentes de carro ocorre em um número relativamente pequeno de cruzamentos, na faixa da esquerda em determinada hora do dia.

– A maioria dos acidentes fatais ocorre com jovens.

– Em vendas comissionadas, 20% dos vendedores ganharão mais de 80% das comissões.

– Estudos mostram que 20% dos clientes respondem por mais de 80% dos lucros de qualquer negócio.

– Menos de 20% das celebridades dominam mais de 80% da mídia, enquanto mais de 80% dos livros mais vendidos são de 20% dos autores.

– Mais de 80% das descobertas científicas são realizadas por 20% dos cientistas. Em cada época, são uns poucos especialistas célebres que fazem a maioria delas.

Repercute em Alagoas a matéria exibida no programa Fantástico da Rede Globo sobre estudo “Mapa da Violência 2014. Os jovens do Brasil”, que apresenta o Estado como o primeiro colocado no número de homicídios que vitimam jovens com idade entre 15 e 29 anos em 2012, com a espantosa taxa de 138,3 mortes a cada 100 mil habitantes.

Apresentado aos números, o secretário de estado da Defesa Social, Diógenes Tenório teve a coragem de falar com o coração ao admitir ter medo da violência desenfreada no Estado, acrescentando que faltam políticas públicas em favor dos jovens. O Delegado de Homicídio Ronilson Medeiros, admitiu estar “enxugando gelo”, ao constatar que os índices de homicídios não têm redução significativa, talvez por trabalhar na consequência final.

Mas o que Pareto tem a ver com isso? Explico. Aplicando o seu princípio e em conformidade com as estatísticas policiais, pode-se afirmar que em cerca de 80% dos crimes de homicídio (consequência) o narcotráfico aparece como causa. Se formos analisar o quantitativo, podemos inferir que 80% dos homicídios ocorrem nas regiões da Grande Maceió e Arapiraca, vitimando, em percentual possivelmente aproximado,  jovens com idade entre 15 e 29 anos.

A análise criminal também revela que os homicídios são anunciados, ou seja, precedidos de repetidas ameaças de criminosos e vítimas registradas em boletins de ocorrências, decorrentes das relações de convívio e do tráfico de drogas.

É razoável acreditar que o Princípio de Pareto indique aos gestores da segurança pública a concentração dos esforços e meios no combate  às causas elencadas.

Tags:, , , ,

>Link  

COMENTÁRIOS
5

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Roberto Theodosio Brandão

    Concordo com a sua explicação. A coisa é mais complexa do que pensamos. As ocorrências ruins são um somatório de tudo que não presta e não é fácil consertar a curto e médio prazo. Lí um artigo que nos Países onde houve o desarmamento da população civil aumentou a violência e o Brasil não poderia ficar de fora nesta estatística e some-se tudo isto a melhoria de salário da população. As prespectivas de melhoria de vida são como uma faca de dois gumes.

    Reply
  2. karla

    Caro Delegado , o Princípio de Pareto nunca irá ser estudado e nem aplicado por desgoverno como esse arrogante e desonesto Téo Malandreza ,pois tudo que é destinado a Segurança Pública não tem planejamento ,não passa por um estudo de caso e como aplicar o recurso afim de otimizar a Segurança ,pois estes que lá estão são meros bonecos que aceitão os cargos comissionados para também se locupletarem das mazelas ou seja vamos ser objetivos (contratações de viaturas ,aeronaves ,trailles superfaturados tudo sem licitação só com aditivos que já duram quase os oito anos desse desgoverno ,mas também temos o colapso total do Sistema Penitenciário com um Secretário Desonesto,corrupto(ver as imagens postadas da farra no Balneário Cavalcante) ,isto posto só temos que esperar o que o próximo governo nos oferecer.

    Reply
  3. Luiz Alfredo

    Fico constrangido quando vejo na televisão os comerciais do governo estadual mostrando a entrega de viaturas as polícias.Muita gente não sabe mas as viaturas prata ou cinza metálico ,são locadas ou seja não são compradas e pior usam o dinheiro público pra tapiar a população.

    Reply
  4. Alagoano

    O maior incentivo dado a violência vem do governo federal, que viu internautas,advogados ligado ao PT,ameaçarem e fazerem apologia ao crime no episódio onde prometeram dar um tiro na cabeça do Joaquim Barbosa, que era simplesmente o presidente da corte maior da justiça brasileira e a Bandilma nada falou ou fez.
    Não espero muita coisa de um país governado por ex-terroristas.ladrões de banco e homicidas.O negócio é relaxar e gozar no ARRAIAL do LUNA no Baldomero Cavalcante.

    Reply
  5. Samuel

    Muito bom o cometário tecido.

    De fato, as causas aparentam ser de profundo conhecimento de seus gestores, no entanto, face aos inúmeros casos de impunidade, tornamo-nos céticos quanto ao melhoramento de tal problema.

    Não obstante, o post serviu; de maneira bem elucidativa; ao estudo de Pareto. Concurseiro que sou, surtiu um ótimo efeito, hehehe.

    Abraço.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *