CANGACEIRO PRESO
   Flávio  Saraiva  │     25 de junho de 2014   │     17:08  │  1

CANGACEIRO PRESONa madrugada de domingo 22/06/14, depois de demorada investigação, policiais da DEIC, sob o comando dos delegados Paulo Cerqueira e Guilherme Iusten,  prenderam Evanaldo Galdino da Silva, 32 anos, perigoso assaltante de banco, procurado por policiais federais e estaduais há mais de 04 anos.  Morando em Arapiraca, usando o nome falso de Leandro Henrique Dantas da Silva, Evanaldo desfrutava de vida confortável, proprietário de 03 boas casas, chácara no município de Taquarana avaliada em R$ 500 mil, caminhonete de luxo, caminhão caçamba no valor de R$ 130 mil e outras comodidades que o dinheiro fácil propicia.

Evanaldo é considerado líder de bando identificado como integrante do “novo cangaço”, modalidade criminosa caracterizada pelo emprego de grande efetivo, armamento pesado e farta munição, que invade cidades do interior das regiões Norte, Nordeste e Cento Oeste, fazem reféns e assaltam os bancos da localidade escolhida.

A investigação apontava Arapiraca como o centro geográfico comum às ocorrências de explosões a caixas eletrônicos, fato que definira a concentração dos esforços policiais e levava à identificação de outra quadrilha de assaltantes. Contudo, uma mudança no modus operandi do crime surpreendera os policiais – arrombamento com explosivos dos cofres das agências bancárias com as mesmas táticas do “novo cangaço”. Boa surpresa que levou à prisão do “novo cangaceiro”, em face da arrojada logística para a execução do crime, que demandara aquisição de maiores quantidades de explosivos, veículo de carga (caçamba) para o transporte insuspeito de “trabalhadores”, armas, munições e outros materiais, e a caminhonete para fuga rápida com o produto do crime – muito dinheiro.

Com a intensa movimentação, Evanaldo ou Leandro, não só chamara a atenção de policiais investigadores, despertara também a paixão  de bela dançarina de conhecida banda musical da região.   A curiosidade sobre quem era o ladrão que roubara o coração da dançarina ajudou a identificar o assaltante de banco. A imagem do novo cangaceiro apaixonado, quando confrontada  com as cenas gravadas do assalto ocorrido no município de Vila Rica/MT e disponível no You Tube, dera a certeza aos investigadores.

A condução da investigação revela a virtuosa parceria entre o experiente delegado Paulo Cerqueira e o recém nomeado Guilherme Iusten, que já se destaca na nova missão, principalmente na escolha de sua equipe de trabalho.

Tags:, , , ,

>Link  

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. M. Junior

    Parabéns a Polícia Civil do Estado de Alagoas, parabéns aos homens e mulheres de bem que fazem esta instituição tão desprestigiada pelo executivo alagoano. Esta prisão retrata a importância da valorização e fortalecimento da polícia investigativa do Estado de Alagoas, instituição que vem sofrendo ao longo dos anos um processo de desmantelamento, procedimento que prejudica de forma incisiva o sistema de salvaguarda social alagoano.
    Na humilde opinião deste apreciador e admirador das obras articuladas pelo digníssimo Delegado, se faz necessário uma coalizão daqueles que gerem a Polícia Civil, com o fito de garantir a estrutura material e humana condizente com as responsabilidades do mister da “Papa Charlie”.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *