OS CUSTOS DA INSEGURANÇA
   Flávio  Saraiva  │     27 de dezembro de 2013   │     6:00  │  9

Os custos da insegurançaO Estado já não consegue ofertar ao cidadão contribuinte saúde e educação na proporcionalidade do pagamento de seus impostos, obrigando-o a pagar escola e plano de saúde privados, formatando processo de “bitributação” do qual não pode se livrar, caso pretenda ter melhor atendimento médico e formação escolar suficiente para disputar espaço no mercado de trabalho.

Os governos falham na prestação dos serviços de segurança pública, obrigando o cidadão a arcar com mais esse encargo, investindo na instalação de equipamentos e contratação de mão de obra especializada. Segundo Cláudio Beato, coordenador-geral do Centro de Estudo e de Criminalidade e Segurança da Universidade Federal de Minas Gerais, o custo da violência para o setor privado no Brasil é de R$ 60 bilhões ao ano.

Em Maceió, moradores de loteamentos na parte alta da cidade fecharam as ruas e instalaram portarias de segurança, controlando o acesso de moradores e visitantes autorizados, formando ali sua ilha de segurança. A atitude foi criticada por fiscais públicos, mas a necessidade venceu os homens de jaqueta. Empresários protegem seus negócios com cercas elétricas, blindagens, grades, câmeras de segurança, sistemas de alarmes, contratam vigilantes, fazem convênio para ter atendimento policial diferenciado, apostando que essas medidas desviam a atenção de marginais que, diante das dificuldades, vão atacar outros estabelecimentos menos protegidos.

O mundo moderno impõe deslocamentos constantes e o cidadão pode ser vitimado nas ruas, sinais de trânsito, restaurantes, balneários, salões de beleza, igrejas, bancos e até mesmo em shoppings – empreendimentos concebidos para ofertar grande quantidade de serviços e produtos com segurança, já invadidos por gangues que para lá são convocadas via mídias sociais – os rolezinhos.

Quando criminosos conseguem atacar as vítimas em suas pretensas ilhas de segurança ou em qualquer outro lugar, os especialistas e policiais sempre recomendam que não reajam aos assaltos, sob pena de incomodar os bandidos armados prontos para matar; contudo, essa atitude de total submissão não garante mais a vida de ninguém. Na quinta-feira 19/12/13, Paulo Trindade – o querido Paulo Marmita, foi assassinado na porta da casa de sua mãe, diante da sobrinha, por um dos dois bandidos que foram roubar seu aparelho de telefone celular, entregue sem nenhuma resistência.

Nem mesmo as próprias instituições policiais, supostamente seguras, são poupadas pela ousadia criminosa, bandidos invadem unidades militares e delegacias, subjugam policiais plantonistas, roubam armas e coletes balísticos, resgatam presos e matam.

Os gastos estimados pelo ministério da justiça em segurança pública para este ano de 2013 é de R$ 4,2 bilhões, que somados aos outros tantos bilhões custeados por governos estaduais e setores privados parecem não conter a bandidagem, sugerindo investimentos significativos na atitude de quem legisla, julga e governa.

Tags:, , , ,

>Link  

COMENTÁRIOS
9

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Luiz Alfredo

    Bem vindos aos efeitos colaterais do socialismo ,estamos amargando o fel da expropriação ,não só dos bens e da liberdade mas de nosso bem maior a “vida”. O que esperar de uma política populista que equivocadamente poupa os lobos mesmo sabendo que as ovelhas morrerão? Os simpáticos e bem intencionados governantes fomentadores dessa política estão com seus passaportes em dias e muitos deles com a dupla cidadania em ordem ,sem mencionar as maletas pretas recheadas de dólares .Enquanto isso empresários ,empregadores são coagidos a entregar de mãos beijadas cestas básicas após ocupação de seus estabelecimentos comercias pelo país a fora.

    “A justiça sem poder, é vazia. Mas o poder sem justiça, é apenas violência.” – Atribuída a Masutatsu Oyama.

    “Bandidos sempre tiveram seus rostos estampados em cartazes. Antigamente, junto com a palavra “PROCURADO”. Hoje, pedindo o seu voto ou para você se desarmar.”

    Reply
  2. Roberto Theodosio Brandão

    O pior de tudo é que chegamos a este ponto porque permitimos isto. Com o nosso aval e permissão e regidos por uma Constituição Federal que dá mais DIREITOS que DEVERES aos cidadãos, permite que os menores se tornem marginais de altíssima periculosidade, as nossas Leis que são brandas além de outras aberrações jurídicas protegem as organizações criminosas deixam o cidadão comum altamente vulnerável. Políticos que fazem “blindagem” para não serem colhidos futuramente por algum crime cometido,etc. Desconfiei que algo não ia bem no Brasil quando o Conselho Nacional de Trânsito resolveu trocar a cor da placa dos veículos que era de fundo AMARELO e letras e números PRETOS por uma nova placa CINZA com letras e números PRETOS dificultando a leitura principalmente á noite ou épocas chuvosas. Estes fatos e outros que passam despercebidos pelos cidadãos ajudam e favorecem ao crime. Acho também que devemos nos ilhar e nos armar para defesa interna das nossas casas, apartamentos, sítios, fazendas,etc. Procurar os modernos meios de vigilância eletrônica e ficar super atento nas ruas onde o nosso perigo aumenta 100%. Não vejo nenhum indício de paz e harmonia no nosso País infelizmente.

    Reply
  3. silva

    O estado se encontra falido, não culpo esta atual gestão, más, os últimos, gestores, do estado e município que só procuraram gêrenciar, para si próprio e os seus amigos, um foi prefeito, governador e áte presidente, mesmo assim não conseguiu construir um simples hóspital na parte alta da cidade, sem falar em nossos representante na camara federal, estadual e municipal, é fácil quer culpar um individuo, durante anos, não se investe em saúde, educação, habitação e segurança pública, sem falar, na nossa jústiça que só existe para, pobre, preto e puta, sem falar nós direitos, dos bandidos, que com pouco dinheiro consegue contratar verdadeiras bancadas júricas que consegue muitas vezes, com apoio de delegados, mau intencionados, que produzem processos mau estaurados, que servem de rizadas para alguns juízes.
    Só abrimos, os nossos olhos quando esses monstros que estão a solta acabando com familias e fazem verdadeiras barbaries em nosso convivio social, a melhor forma de combater esses problemas, é investir em educação, na criação de áreas de lazer na periferia, quando o ESTADO REALMENTE CHEGAR NA PERIFERIA

    Reply
  4. CUIDADO !

    SARAIVA, CUIDADO COM OS PERSEGUIDORES DE HOMENS-DE-BEM. POR AQUI, EXISTEM MUITOS. ELES NÃO GOSTAM QUE AS PESSOAS COMENTEM NADA CONTRA ELES. DAÍ, A PERSEGUIÇÃO SINTOMÁTICA. CUIDADO, IRMÃO, MUITO EMBORA O CONHECENDO COMO UM HOMEM E PROFISSIONAL DO E DE BEM.

    Reply
  5. Pedro Menezes

    PREZADO FLÁVIO, ISSO É REAL, E NÃO PRECISAMOS ATÉ LÁ PRÁ VER QUE A MERDA TÁ FEDENDO. E O GOVERNADOR KHIMI RAIKONEM ( PILOTO DE F-1 QUE O GALVÃO O CHAMA DE HOMEM DE GELO) DIZ QUE ESTAMOS NUM MAR DE TRANQUILIDADE.
    POR ISSO, SE VOCÊ DENUNCIA E ELES DIZEM QUE ESTÁ TUDO UMA MARAVILHA,SEGURANÇA PÚBLICA,EDUCAÇÃO E SAÚDE. IMAGINEM SE NÃO DIVULGASSEM. AÍ, ESTARIAM NUMA ZONA DE CONFORTO E O POVO,ORA, O POVO, ISTO É APENAS UM DETALHE.

    Reply
  6. MARIA JOSE

    Vamos agora uzufluir, dos produtos que nós, produzimos e criamos, os votos que foram vendidos por r$50.00 e troca por uma dentadura, feira ou medicamentos. Agora faltou, saúde, trabalho, segurança e o principal educação, 2014 vem ai, não min refiro ao carnaval ou copa do mundo, más sim eleições, já existe uma grande movimentação de partidos e associações seja lá de que for.
    Sera que cometeremos os mesmos erros, votando em fulaninho, que já matou 15, e vai protejer a minha familia, ou votar em x, porque tem os olhos claros e fala um português correto, ou em y, que tem um carro importado, e vai resolver a minha situação, com relação a sonegação de impostos. Sera que já esta na hora, de dar um basta a todos esses, candidatos pilantras, donos de cidades, que tem envolvimento em crimes, corrupção,sonegação, roubos, tagedias, que são os verdadeiros responsavel, por todas essas mazelas, que vem acontecendo todos os dias com parentes, amigos e vizinhos,
    Quando se pensava que todas essas mazelas só acontecia na periferia, chegou a vez dos burgueses, experimentar, o sabor do sofrimento, são carros que são roubado todos os dias no coração da ponta verde, um medico que foi assasinado no corredor vera arruda, um jovem foi assasinado em frente ao habibes, fora os assaltos, e crImes que acontece na orla de maceió, estamos vivendo um verdadeiro, caos, MÁS, O QUE FIZEMOS PARA MELHORAR ESSA SITUAÇÃO, reflitam antes de votar, você esta decidindo pelo futuro, não ó de sua família, más de toda coletividade. por enquanto o que nós resta é ORAR

    Reply
  7. CLEBER GOMES

    SENHOR GOVERNADOR ,

    SEGURANÇA É UM PROBLEMA MUNDIAL,PORÉM O SENHOR PODERIA MINIMIZA-LA,COM UMA EXCEPCIONAL ASSESSORIA QUE ACREDITO
    JA EXISTIR E COM PLANOS DE COMBATE A CRIMINALIDADE´, É
    DIFICEL E MUITO LONGO O PROCESSO POIS A SITUAÇAO ENVOLVE MULTIPLAS FASES E A SECRETARIA MAIS CRITICADA ESTÁ SEMPRE EXPOSTA A COMENTÁRIOS, UMA SUGESTAO UNA AS POLÍCIAS NO ASPECTO GERAL OU SEJA HIERARQUICAMENTE E MONETÁRIAMENTE.

    Reply
  8. Flávio Moreno

    Para conter a violência não adianta manter um modelo de segurança fracassado, burocrático do séc XIX, É PRECISO REFORMA DA SEGURANÇA! VIA a PEC51/13, 73 e 361!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *