VIA DOS SEM VIAS
   Flávio  Saraiva  │     11 de dezembro de 2013   │     7:00  │  8

Movimento Via dos Sem Vias

MVSV – Movimento Via dos Sem Vias

O alagoano hoje sai de casa, mas não sabe se chega ao destino pretendido, as vias estão sendo bloqueadas por grupos ligados aos movimentos sociais, que vão se multiplicando pelo Estado. São muitos: Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Movimento  de Libertação Sem Terra (MLST), Movimento Terra, Trabalho e Liberdade (MTL), Comissão Pastoral da Terra (CPT), Movimento das Mulheres Camponesas (MMC), Movimento dos Sem Teto, Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Movimento Via do Trabalho (MVT) e tantos outros.

Ser integrante de movimentos sociais parece garantir impunidade. Invadem centro universitário de pesquisa, vandalizam experimentos estudados há anos e não se tem notícia de instauração de inquérito policial. Invadem prédio e queimam veículo do órgão federal da reforma agrária (INCRA) e nada acontece. Ocupam moderno centro de compras e causam transtornos à inauguração, desprezando o grande número de empregos ali formalizados. Invadem áreas destinadas a arrojados empreendimentos imobiliários, dividem em lotes só distribuídos mediante cadastro formalizado pelo movimento. Ocupam porta de delegacia de polícia para protestar contra intimação de companheiros, argumentados no pressuposto de que seriam vítimas de sequestro, e ninguém é responsabilizado.

Os milhões de alagoanos, que sofrem com os constantes bloqueios e invasões, impedidos de exercitarem o indiscutível direito de ir e vir, poderiam criar o Movimento Via dos Sem Vias (MVSV), com ações pontuais de cobrança aos governantes, objetivando garantir a segurança de seus negócios, propriedades, empregos, ou seja, a manutenção da ordem. O não atendimento estatal autorizaria o MVSV a empregar os mesmos meios dos outros movimentos em defesa de seus interesses, impedindo e desmontando os bloqueios com retroescavadeiras, portar facões e foices para cortar pedaços de madeira, invadir áreas invadidas para garantir a ordem judicial de despejo, ocupar os órgãos responsáveis pela reforma agrária para assegurar seu funcionamento, promover feira    livre de impostos, tudo com a garantia de não ser preso.

>Link  

COMENTÁRIOS
8

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Williams Soares Batista

    Flávio, parabéns. Você está se revelando um grande articulista. Venho acompanhando seus artigos. Abra
    ço. Williams

    Reply
  2. Roberto Theodosio Brandão

    Eu sempre comentava com os familiares e amigos mais próximos que um belo dia para viajar aos Estados próximos teríamos que agendar junto ao Comando do Exercito local o dia,hora e mês para se juntar ao comboio militar que nos escoltaria até o Recife, Aracajú,etc. Algo igual é visto na Palestina, Israel,e por lá são zonas de conflito permanente. No território brasileiro estamos partindo para este expediente fora do comum. Liberdade demais, permissividade política e a quase decretação do estado de ANARQUIA. Em 2014 teremos grandes problemas sérios se deixarem a coisa correr solta e eu faço a pergunta: Em dezembro de 2014 como estará o Brasil? O meu pensamento antigo estará virando realidade?

    Reply
    1. Luiz Alfredo

      Prezado Roberto ,
      Infelizmente a coisa terá que piorar muito até que alguém tome as rédias do nosso vilipendiado e ultrajado país.Creio que estejam implantando a teoria do caos para apresentar um salvador da pátria que terá carta branca do povo e em nome da legalidade irá cometer atrocidades.Na Alemanha Adolf Hitler promoveu o holocausto dentro da legalidade e com o apoio do povo.
      Lembremo nos que a história se repete,fora política vermelha,fora comunismo/petismo.

      Reply
      1. Roberto Theodosio Brandão

        Caro Luiz Alfredo:
        Concordo com suas ideias em todos os aspectos. Porém há um problema com seus agravantes, ano novo, carnaval e logo vem
        a Copa do Mundo. Temos o interesse em melhorar a arrecadação de impostos,etc. Como proteger estes futuros visitantes que chegarão atraídos pela propaganda turística
        e os apelos do governo federal relativos a Copa do Mundo se não temos rodovias,sistema viário bom, metrô e principalmente SEGURANÇA. Daqui para o início da Copa poderemos ter um clima hostil muito desagradável pois existem muitos interesses em que o circo pegue fogo. Suas e as nossas preocupações são de total fundamento. Teoria do caos e teoria da conspiração andam de mãos dadas. Infelizmente.

        Reply
  3. MARIA JOSE

    Vivemos, em um estado e país, onde estão nos tirando o direto de ir e vir, esses movimentos, os acampamentos, durante a semana fica vazio, os proprietario dessas terras só vem final de semana, aqui em maceió, não é diferente, durante o dia os barracos, ficam ocupados, anoite, os invazores de terrenos e áreas públicas vão dormir em suas casas.
    Inversão de valores, moro proximo a pierre charlita, em julho, esse mesmo grupo que hoje se encontra, na marcio canuto, teria invadido, parte de um terreno pertencente a uma construtora, de imediato, veio policia militar, policia civil e smccu, e ate o corpo de bombeiros, retiram os invazores, e tocaram fogo nos barracos, no mês de setembro, nos deparamos com dois policiais civis, que cercaram 30 metro de área, que seria construida uma ciclo via, na subida para o sitio são jorge, um morador ligou para smccu e ate agora, não estiveram no local para quebrar a cerca, no local sera construido varios barracos, TALVEZ SE FOSSE NO CORREDOR VERA ARRUDA, alguma atitude já fosse tomada, grande parde dessas invazões, o poder público é responsável. PARABÉNS BELO TEXTO

    Reply
  4. jonas antonio de freitas

    Na verdade meu caro Flávio, isso tudo já virou uma grade anarquia…Temos que começar tudo do zero…Nada mais funciona neste país…Quem será o salvador da pátria …?

    Reply
  5. silva

    Dia 10-12-2013, seria o último dia para fazer um dos passeios mais bonito de nosso estado, no litoral norte, o passeio as piscinas natural de MARAGOGI, cidade essa com um grande potencial turistico, com grandes empreendimentos hoteleiros, com pousadas, grandes hoteis, e restaurantes, desenvolvimento que gera milhares de empregos diretos e indiretos, no dia citado foram vários onibus e vans com vários turistas para fazer o passeio das piscinas naturais, infelizmente o passeio ficou pela metade, pois um grupo dos sem terra, sem casa, ou sem vergonha, estavam bloqueando a AL 101 norte, essa situação vem acontecendo com frequência, prejudicando, não só os turismo, que vem deixar divisas em nosso estado e cidade, más também, os moradores da aquela região norte, existe um projeto para construção de um aeroporto em maragogi, para 2014, hoteis daquela região serão escolhido para ser sub-sede para copa, más esse projeto pode ser mudado, já pensou, uma seleção não poder chegar ao estadio por conta, de baderneiros. se começamos analisar, por toda a cidade existe invazões, próximo ao hotel jatiuca, tem um grupo de mendigos, em frente ao espaço 20 tem outro grupo, o antigo alagoinhas, é ponto de trafico, sem falar na pajuçara, as praças estão repleta de mendigos, os turistas, não podem andar sem ser molestados por pedintes. parece que vivemos uma verdadeira desordem pública. e os nossos governantes, oque estão fazendo para coibir, esses grupos.

    Reply
  6. Cel Pinheiro

    Caro colega! Sabemos que ninguém é contra a livre manifestação, mas cercear a liberdade de ir e vir ferindo o direito constitucional! Pessoas se aproveitam dos citados movimentos para se projetarem politicamente. Todos tem direito à moradia, saúde, educação, trabalho, segurança, etc, porém, invadir propriedades devido a morosidade de processos, bloquear vias porque faltou água, fechar rodovias porque aumentaram o leite, só causa indignação de quem também está com fome, sede e necessitando ir ao hospital, não conseguindo devido as barreiras provocadas pelos grupos. Já vimos pessoas sendo atropeladas nas vias,pelo desespero de alguém que também quer socorro na sua vida. Acredito que não querem resolver e sim promover seus partidos com suas bandeiras como se comemorasse um GOOOOLLL!!!!!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *